A grande derrota de Bolsonaro na reforma tributária

Matheus Leitão 29 Maio 2024 | 33seg de leitura

Contraste Imprimir

O ex-presidente Jair Bolsonaro resolveu ser o líder da “oposição pela oposição”.

Entrou de corpo e alma na articulação contra a PEC da reforma tributária, patrocinada pelo governo Lula e aprovada nesta quarta, 8, pelo Senado.

Bolsonaro ligou para alguns senadores da oposição, fez corpo a corpo, implorou… mas não convenceu nem mesmo seu ex-chefe da Casa Civil Ciro Nogueira.

O senador pelo Piauí afirmou inclusive que votou a favor porque era uma reforma tributária “nota 10”.

O ex-presidente poderia ter ficado em cima do muro, já que tratava-se de uma pauta ligada à direita. Mas assumiu o ônus político e se deu mal.